História do Vidro

Formas, cores, tons, movimentos e significados variados.

Muito se especula a respeito da origem do vidro.

Na verdade, ninguém sabe ao certo o ano e nem a maneira como esse precioso material foi descoberto. A história mais conhecida relata que tenha sido às margens do Rio Belo, na Síria, por volta de 5.000 a.C. Após desembarcarem, mercadores fenícios teriam preparado uma fogueira e utilizado algum material composto de nitrato de sódio que, aliado com a areia do lugar mais o calor do fogo, produziu um curioso líquido transparente. Após esfriar, esse líquido endureceu e ficou com aspecto semelhante a uma pedra preciosa. Lenda ou Fato verídico? Alguns pesquisadores defendem que esse relato não passa de uma lenda, principalmente pelo fato da necessidade de temperaturas muito elevadas para a produção do vidro – algo que uma simples fogueira não conseguiria atingir.

O que se sabe através de registros históricos é que os egípcios se dedicavam a produção de objetos artísticos e decorativos feitos de vidro já em 1400 a. C. Posteriormente, os romanos produziam vidro por técnicas de sopro em moldes no ano 100 a.C, para confeccionarem suas janelas.

Mas foi por volta de 1300 d.C., que ocorreu o aprimoramento e especialização na produção artística do vidro, em Veneza, mais precisamente na ilha de Murano - lugar conhecido como o 'berço' dos cristais.

Ref: http://www.usp.br/fau/deptecnologia/docs/bancovidros/histvidro.htm